26 de fev de 2012

Marinha diz que 70% das instalações na Antártida foram destruídas

Incêndio atingiu a Estação Antártica Comandante Ferraz neste sábado (25).
Corpos dos dois militares mortos estão na base chilena na Antártida.

Do G1, em São Paulo
50 comentários


A Marinha do Brasil afirmou em nota neste domingo (26) que 70% das instalações da Estação Antártica Comandante Ferraz foram destruídas pelo incêndio de sábado (25), que matou dois militares e feriu um.
Todo o prédio principal da base, onde ficavam o alojamento e alguns laboratórios de pesquisa, foi atingido pelo fogo. Ficaram intactos os refúgios – módulos isolados usados apenas em emergências – e os laboratórios de meteorologia, de química e de estudo da alta atmosfera, assim como os tanques de combustíveis e o heliponto.
Retorno
As 45 pessoas que foram resgatadas e levadas a Punta Arenas, no Chile, saem às 15h30 (horário de Brasília) em um avião enviado pela Força Aérea Brasileira (FAB).
Segundo nota da FAB, o avião C-130 Hércules tem previsão de pouso em Pelotas (RS) às 21h, onde desembarcarão quatro cientistas. Depois, a aeronave segue para o Rio de Janeiro e deve pousar na Base Aérea do Galeão à 1h, com mais 41 passageiros.
Os corpos do suboficial Carlos Alberto Vieira Figueiredo e do primeiro-sargento Roberto Lopes dos Santos estão na base chilena Eduardo Frei. De lá, serão levados para Punta Arenas, no Chile, e em seguida para o Brasil. As datas ainda não foram divulgadas, pois o transporte depende das condições meteorológicas.
O primeiro-sargento Luciano Gomes Medeiros, ferido pelo incêndio, está em Punta Arenas no Hospital das Forças Armadas do Chile. Ele voltará ao Brasil no avião da FAB junto com seus colegas.
Pesquisadores brasileiros chegam ao aeroporto de Punta Arenas, no Chile, após o incêndio na Estação Antártica Comandante Ferraz (Foto: Reuters/Stringer) 
 
Pesquisadores brasileiros chegam ao aeroporto de Punta Arenas, no Chile, após o incêndio na Estação Antártica Comandante Ferraz (Foto: Reuters/Stringer)
Veja a nota da Marinha na íntegra:
"A respeito do incêndio ocorrido na Estação Antártica Comadante Ferraz (EACF), a Marinha do Brasil (MB) presta as seguintes informações complementares:
Ontem (25), o Chefe da EACF e mais três integrantes do Grupo-Base, apoiados por um helicóptero da Força Aérea Chilena, retornaram à Estação para uma avaliação inicial. No local, cerca das 17 h (Brasília), essa equipe localizou os corpos dos dois militares desaparecidos: Suboficial Carlos Alberto Vieira Figueiredo e Primeiro-Sargento Roberto Lopes dos Santos.
Os corpos dos militares já foram transferidos para a Base Chilena Eduardo Frei, onde permanecerão até o seu transporte para o continente, na cidade de Punta Arenas, no Chile, dependendo das condições meteorológicas na região, e, posteriormente, para o Brasil.
O militar ferido, Primeiro-Sargento Luciano Gomes Medeiros, foi recebido em Punta Arenas por um médido da MB e transferido para o Hospital das Forças Armadas do Chile, onde está internado para observação e curativos, não corre risco de morte e não possui restrições quanto ao regresso ao Brasil.
A Marinha continua prestando apoio total às famílias dos militares falecidos e do ferido.
A avaliação preliminar da equipe do Grupo-Base que esteve na Estação brasileira indica que aproximadamente 70% das instalações foram destruidas pelo fogo. O prédio principal da EACF, onde ficavam a parte habitável e alguns laboratórios de pesquisas, foi completamente atingido pelo incêndio, tendo permanecidos intactos os refúgios (módulos isolados para casos de emergência), os laboratórios (de meteorologia, de química e de estudo da alta atmosfera), os tanques de combustíveis e o heliponto da Estação, que são estruturas isoladas do prédio principal.
Os 30 pesquisadores, o alpinista, o representante do Ministério do Meio Ambiente e os 12 funcionários do Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, juntamente com o militar ferido, que se encontram em Punta Arenas recebendo todo apoio da MB, decolarão às 15h, chegarão hoje às 23h50 à Base Aérea do Galeão, no Rio de Janeiro (RJ), com escala na cidade de Pelotas (RS) entre 20h30 e 21h, em aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB). Quatro pesquisadores desembarcarão na cidade de Pelotas.
O Secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, Contra-Almirante Marcos José de Carvalho Ferreira, está em Punta Arenas, coordenando as ações necessárias."
Arte incêndio base antártida (Foto: Arte/G1) 
Fonte: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/02/marinha-diz-que-70-das-instalacoes-na-antartida-foram-destruidas.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Distúrbios de Aprendizagem

Loading...

Psicopedagogia

Loading...

Dislexia

Loading...

TDAH

Loading...

AEE

Loading...

Língua Portuguesa

Loading...

Cérebro

Loading...

Minha lista de blogs

Revista INCLUSIVE

div id=Inclusive-Widget>