18 de set de 2008

Alimentação!!!!!!!

PALESTRA COM A NUTRICIONISTA TÔNIA








As vitaminas e sais minerais têm uma vizinha especial de prateleira: a água.
A
água é essencial para o corpo. É tão importante que constitui cerca de 70% do nosso peso. Até os nossos ossos têm água, e tudo aquilo que comemos, dos animais aos vegetais. Verduras e legumes são especialmente ricos em água e sais minerais. Algumas frutas, como o melão e a melancia, têm quase 90% de água e suprem boa parte da necessidade hídrica do corpo.
Na água, encontramos alguns sais minerais, que também são encontrados em uma série de alimentos, desde carnes até vegetais. Os sais minerais são necessários para o funcionamento das nossas células, e participam ativamente do nosso metabolismo. Já as vitaminas são importantíssimas! Cada comida tem um pouquinho de vitamina. Sabia que "vitamina" vem da palavra latina "vita", que significa vida? Pois é, o organismo precisa das vitaminas em pequenas quantidades diárias, pois elas atuam diretamente no metabolismo, que é o conjunto de reações químicas que geram energia e são responsáveis pela formação, desenvolvimento e renovação das nossas células.Mas existem coisas sobre os sais minerais e as vitaminas que você não sabe...






Alimentos energéticos
CARBOIDRATOS
Eles têm a força! Os alimentos energéticos são ricos em açúcares (carboidratos) e gorduras (lipídios). Os carboidratos e lipídios são verdadeiros super-heróis para o
corpo: fornecem energia para o nosso organismo funcionar, para você poder correr e brincar à vontade. Vá colocando no carrinho: pão, macarrão, cereais como arroz e milho, frutas e doces, alimentos ricos em carboidratos. É energia que não acaba mais.
Para obter energia, nosso organismo recorre primeiro aos carboidratos. Eles sustentam as atividades
muscular e mental, e também o funcionamento dos órgãos. Mas quando a gente abusa deles, a balança logo avisa! Porque se ingerimos carboidratos em excesso, eles são transformados em gordura e "estocados" em alguma parte do corpo. O açúcar que a gente usa para adoçar comidas e bebidas vem da cana-de-açúcar, aquela planta com folhas compridas que forma os canaviais. Mas não é o único açúcar que existe. O leite e as frutas têm seus próprios açúcares naturais, chamados lactose e frutose.
Alguns vegetais acumulam energia em forma de amido, que é um tipo de carboidrato. São ricos em amido: a batata, a mandioca, o milho, o trigo. Com a digestão do amido e dos açúcares, obtemos a glicose. Ela é necessária para o movimento dos músculos - ou seja, sem ela, não faríamos nada!Mas onde fica a prateleira mais gostosa desse supermercado? Cadê os lipídios?


















ALIMENTOS REGULADORES

Na prateleira dos alimentos reguladores, onde tudo é muito colorido, reina a mais perfeita ordem. Não é à toa: são eles que ajudam o
corpo a funcionar como um relógio. Os alimentos reguladores são ricos em vitaminas e sais minerais, que encontramos nas verduras, frutas e legumes.
São eles que mantêm o organismo funcionando direitinho, pois regulam as funções vitais e auxiliam os órgãos a fazer o seu trabalho. As verduras e frutas, por exemplo, são ricas em fibras, que ajudam o
estômago e o intestino a funcionar melhor. Outros alimentos ricos em fibras, como grãos, pão e macarrão integrais, também entram nesse grupo.
Na família das verduras, temos alface, rúcula, agrião, espinafre, almeirão, acelga, brócolis, couve, e muitas outras. Na família das frutas, tem gente que não acaba mais: maçã, banana, laranja, mamão, pêra, melão, melancia... Os legumes vêm logo atrás: tomate, pepino, cenoura, berinjela. Dá para fazer uma salada imensa e colorida com os alimentos reguladores.










Alimentos Construtores


A prateleira dos alimentos construtores é uma agitação só.






É porque o grupo dos construtores não pára quieto!






Os alimentos desse grupo trabalham duro, sempre ajudando o organismo a se renovar e se fortalecer.
No grupo dos construtores estão os alimentos ricos em proteínas, que a gente encontra na carne, no peixe, no frango, na clara dos ovos, e também no leite e seus derivados, como queijo e iogurte. Tem gente que acha mais saudável não comer carne ou escolhe não comer nada de origem animal: os vegetarianos. Ainda bem que existem também as proteínas de origem vegetal...






Entram nessa turma grãos como feijão, lentilha e grão-de-bico, a soja, e frutas oleaginosas (que contêm óleo) como amendoim, nozes, amêndoa e castanha-do-pará.
Até suas unhas são formadas por proteínas!




























O que que tem na sopa do neném?


O que que tem na sopa do neném?


Será que tem espinafre?


Será que tem tomate?


Será que tem feijão?


Será que tem agrião?


É um, é dois, é três...


O que que tem na sopa do neném?


O que que tem na sopa do neném?


Será que tem farinha?


Será que tem balinha!?


Será que tem macarrão?


Será que tem caminhão?!


É um, é dois, é três...


O que que tem na sopa do neném?


O que que tem na sopa do neném?


Será que tem rabanete?


Será que tem sorvete!?Será que tem berinjela?


Será que tem panela!?


É um, é dois, é três...


O que que tem na sopa do neném?


O que que tem na sopa do neném?


Será que tem mandioca?


Será que tem minhoca!?!


Será que tem jacaré!?!


Será que tem chulé!?!


É um, é dois, é três...


O que que tem na sopa do neném?


O que que tem na sopa do neném?


Será que tem alho-poró?


Será que tem sabão em pó?!


Será que tem repolho?


Será que tem piolho!?


É um, é dois, é três...


O que que tem na sopa do neném?


O que que tem na sopa do neném?


Será que tem caqui?


Será que tem javali?!


Será que tem palmito?


Será que tem pirulito!?


É um, é dois, é três...






















































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Distúrbios de Aprendizagem

Loading...

Psicopedagogia

Loading...

Dislexia

Loading...

TDAH

Loading...

AEE

Loading...

Língua Portuguesa

Loading...

Cérebro

Loading...

Minha lista de blogs

Revista INCLUSIVE

div id=Inclusive-Widget>